Whatsapp

Marketing e vendas x coronavírus: o que fazer?

7 de abril de 2020

Cortar o investimento em marketing não é uma solução neste momento

Em tempos difíceis —  como os que estamos vivendo diante do coronavírus — muitos empreendedores ficam inquietos com a queda das vendas e tantas outras incertezas que surgem durante uma crise.

Existe um ditado popular que diz que mar calmo nunca fez bom marinheiro. Apesar dos desafios e do desespero que um momento instável pode trazer, essa reflexão está mais do que certa. 

Afinal, será que é hora de interromper os serviços de marketing? Como continuar vendendo em tempos de crise?

O que fazer se a loja física está fechada? Simultaneamente, todos estão aprendendo a navegar e independente da situação, ficar paralisado é algo que não vai ajudar a sua empresa agora.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, cortar o investimento nos  serviços de marketing em tempos de coronavírus é um verdadeiro tiro no pé de uma empresa que está construindo um caminho.

Não é à toa que nos últimos dias diversos especialistas do mercado, com expertises diferentes, estão batendo na mesma tecla: é hora de investir em conteúdo e posicionamento digital.

Na prática, isso significa que é preciso mudar as estratégias, acompanhar as mudanças e entender o que o consumidor precisa neste momento e como a sua empresa pode ajudá-lo diante das adversidades.

Se você está perdido e não sabe o que fazer agora, comece lendo este artigo que a equipe da Booom Criative preparou para ajudar o seu negócio a vencer essa turbulência.

Não corte o marketing

Quem não é visto, não será lembrado

O mundo que já era tecnológico  virou totalmente online e migrar para a internet é uma questão de sobrevivência.

Uma pesquisa recente da Associação Brasileira do Comércio Eletrônico é prova disso. Na últimas semanas, houve um crescimento de 100% em vendas pela internet em setores como saúde, beleza, perfumaria e supermercado.

Ou seja, não é inteligente cortar sua estratégia de marketing agora. Se o seu negócio sequer contava com esse serviço antes, é hora de se adaptar à nova demanda ou o barco pode literalmente afundar.

Não. Isso não é ser pessimista. Esse período pode ser assustador, mas se não houvesse sentido nas estratégias de marketing digital, não teríamos casos de empresas de todos os portes sobrevivendo graças à internet. 

Pare  e pense: quantos restaurantes encontraram nos serviços de delivery uma saída para continuar com as vendas? Quantos microempreendedores estão conseguindo continuar com o negócio por causa das redes sociais?

Mais do que nunca, o meio virtual é uma extensão da realidade. As pessoas estão isoladas do convívio social, mas continuam tendo a necessidade de comprar comida, adquirir remédios, estudar e se adaptar à nova rotina.

Ao NÃO cortar os serviços de marketing por causa da covid-19, sua empresa poderá encontrar soluções como:

  • Inovação na forma de vender;
  • Entrega de comodidade ao consumidor que não pode sair de casa;
  • Exploração de um novo mercado.

E o mais importante de tudo é: sua marca não será esquecida pelas pessoas. 

Posicionamento de marketing x função social

Trabalhar com marketing de conteúdo, seja nas redes sociais, no blog ou em outros canais como o e-mail marketing é uma forma de mostrar a autoridade que sua empresa tem sobre o nicho de mercado que ela está inserida.mas acima de tudo é demonstrar para as pessoas qual solução ela entrega.

Com a guinada de 360º causada pelo coronavírus, as pessoas estão mais tempo na internet.  Ou seja,  o consumo de informação e a busca por conteúdo relevante é uma crescente.

Será que não é o momento da sua empresa demonstrar o propósito pelo qual ela nasceu?

Seja para as grandes indústrias como uma Ambev da vida ou para o proprietário da pizzaria do bairro, algo é certo: sua empresa existe por um motivo e esse é o momento de se posicionar perante os seus consumidores e não desaparecer.

No caso da Ambev, por exemplo, é inevitável que as vendas caíram muito por conta do fechamento de bares, restaurantes e outros empreendimentos.

 Porém, essa é uma marca que adotou um posicionamento muito estratégico e coerente com a situação ao utilizar o estoque de álcool etílico para criar álcool em gel e doar aos hospitais públicos brasileiros.

O que a sua empresa pode aprender com isso? Há pelo menos três grandes lições para explorar com este case.

  1. A marca mostrou sua proposta de valor;
  2. Houve um posicionamento que mostra o compromisso social da empresa diante da situação;
  3. É uma marca que será lembrada por ajudar as pessoas.

Muito além do conteúdo como uma moeda de troca, construir um posicionamento digital e repensar as estratégias de posicionamento atualmente é algo que será lembrado depois.

Conteúdo como proposta de valor

Qual é a função do conteúdo digital? Como a produção de conteúdo impacta em uma determinada empresa? Quais são os motivos para investir em marketing de conteúdo além das vendas em si?

No marketing digital, existe algo que se chama jornada de compra. Para uma pessoa tomar uma decisão de comprar algo, há várias etapas que devem ser consideradas.

Não é por acaso que o chamado funil de vendas se divide nos seguintes momentos:

  • Aprendizado e descoberta;
  • Reconhecimento do problema;
  • Consideração da solução;
  • Decisão de compra.

Para ficar mais claro, imagine a seguinte situação: um supermercado continua funcionando normalmente durante a crise. No entanto, há uma série de protocolos que precisam ser seguidos para garantir a segurança da população.

Neste contexto, controlar o fluxo de entrada, saída, tempo de permanência e oferecer alternativas para que as pessoas consigam fazer compras online, por exemplo são ações que precisam ser implementadas.

Quando uma pessoa decide ir ao mercado, ela tem um problema para resolver. Ao se deparar com um supermercado que conta com um serviço de entrega e trabalha essa oferta a partir de conteúdos que alcançam essa pessoa, a chance da decisão de compra ser fechada é muito maior.

Produzir conteúdo é trazer soluções. É agregar conhecimento e ajudar as pessoas que precisam de informações confiáveis, ainda mais agora.

Compras a um clique

Se mesmo antes do coronavírus, as compras online já faziam parte da realidade de pelo menos 74% dos consumidores brasileiros, agora essas estatísticas vão se superar.

Comprar sem sair de casa não é mais uma questão de preferência. É uma necessidade.

Por isso, ao oferecer serviço de entrega, frete grátis, opção de delivery e facilitar que o seu serviço e/ ou produto chegue ao consumidor sem que ele coloque a vida em risco, a tendência é que seu negócio continue evoluindo mesmo neste cenário.

É importante destacar que para vender na internet nesta época, é preciso sim saber como utilizar uma abordagem que não seja insensata ou inescrupulosa. Ao ter esse cuidado, não há problemas em montar novas estratégias de vendas.

Até nos segmentos mais complexos (considerando o momento atual) como o setor de festas e eventos, por exemplo, existe uma alternativa. Embora os eventos não possam ocorrer durante a pandemia, é papel de uma agência de  marketing digital repensar como esse cliente pode se posicionar.

Adotar o lema do ‘não cancele, adie’ é uma ação simples que pode fazer a diferença.  Tem dúvidas sobre isso? Imagine como será que as pessoas vão reagir ao fim da quarentena.

Certamente, o desejo de liberdade, consumo e a possibilidade de voltar à rotina e fazer coisas simples como: ir à academia, frequentar o salão de beleza, poder celebrar o próprio aniversário com os amigos em um bar estará muito mais em alta.

E a sua marca estará preparada para isso? Ou estará apagada por causa da falta de presença? Pense nisso!

Conte com a Booom Criative

Neste momento, a Booom Criative tem imensa satisfação em estar atuando com a reestruturação de estratégia para o marketing dos clientes atendidos.

É tempo de inovação, mudança e os insights (assim como o seu negócio) não podem parar.

Será que vamos sobreviver à crise? Essa é uma pergunta que está gerando muita angústia nos empreendedores e nós da Booom Criative, acreditamos que existe uma luz no fim do túnel.

Ao ler esse conteúdo, certamente você percebeu que a relevância do marketing vai muito além da divulgação em si. Marketing é construção, é estratégia e os resultados ocorrem a longo prazo.

Ou seja: definitivamente não é o momento de estagnar. O que a sua marca construiu até hoje pode simplesmente perder a relevância se a estratégia digital morrer.

Voltando ao ditado de que o mar calmo não faz bom marinheiro, nós da Booom Criative estamos aqui para te ajudar a navegar, empreendedor. Estamos no mesmo barco e acreditamos que juntos podemos ir mais longe

Aceita o desafio? Clique aqui e fale com nossos especialistas agora!

  • Por Booom Criative

    Somos uma agência inquieta, que não se contenta com o básico. Gostamos de quebrar recordes, de alcançar objetivos mais altos, de não só atingir as metas, mas ultrapassá-las.

Vamos agendar uma reunião?

Nada melhor que apresentar nossas soluções para você.